sexta-feira, 24 de setembro de 2010

pensar pequeno

Chega uma altura na nossa vida em que temos de certa forma dar um passo em frente, ou seja, tomar uma decisão. Seja sob a forma de curso a seguir seja de outra forma. Eu neste momento vou focar-me na ideia do curso a seguir. Causa-me impressão quando assisto a pessoas que se 'contentam' com o curso e vão para lá com aquela ideia 'han, isto serve'. Compreendo que nem toda a gente queira estudar e prefira fazer outras coisas na vida. O mundo é feito de todo o tipo de pessoas. Só não compreendo as pessoas que não querem fazer nada de nada. Seja por falta de interesse ou motivação ou somente pelo Complexo do Peter Pan. Há ainda a estupidez que é camuflada com o complexo mencionado. Por enquanto não fazer nada até  pode parecer porreiro, mas a fome existe em todo o lado e aqueles que escolhem agora passar fome no futuro são os podres da sociedade. A selecção natural irá tratar deles todos, é o que vale. Aquele conformismo com um cursozito ilusório é um dos maiores erros que podemos cometer na vida. Acho que deve haver diversidade profissional, todo o tipo de pessoas a fazerem todo o tipo de coisas. É tão legítimo ser-se padeiro e ferreiro como advogado e engenheiro. Só acho que na base dessa formação deve estar a motivação pessoal que nos levará à realização profissional. O primeiro passo será consciencializarmo-nos sobre as nossas capacidades/limitações e partindo daí escolher algo que nos interesse e desenvolver a motivação necessária. O contrário e aceitar tudo que nos vem e tudo que nos dizem é pensar pequeno e não ter orgulho próprio. Eu gosto de pensar que estou onde estou porque quero e porque fiz para estar aqui. Imaginem uma dessas pessoas que agora compromete o futuro daqui a 30 anos. É ficar a ver os índices de alcoolismo e de violência doméstica dispararem. Estamos na idade de escolhermos os homens que iremos ser. Há aqueles com personalidade e fibra e há aqueles vazios.

eu sou adepto da técnica do bater com a cara no chão até acordarem para a vida, a sério.

4 comentários:

Isa disse...

Decisoes estamos sempre a ter que tomar constantemente e é bom haver pessoas com objectivos e que estão nas coisas porque gostam e não pela politica do "deixa andar".

Mas acredita que a vida acaba por ensinar as pessoas.

Dá para ver que és do que se enquadra no grupo dos que tem personalidade :)

Catarina disse...

Bem, concordo com cada palavra. Ambição e consciência das dificuldades nunca fizeram mal a ninguém, até porque um dia nos darão um pouco de orgulho pessoal que nos ajudarão a lidar com o mundo! (:

- Nadine Ramalho disse...

eu tambem :x

Honey . disse...

Concordo com tudo ai escrito. Gostei do teu blog, vou seguir. (: *